sábado, 12 de junho de 2010

A política do cada um por si e a corrida presidencial

Esta semana o senado, em concordância com o que foi aprovado na câmara anteriormente, aprovou as regras que mudam drasticamente a distribuição do dinheiro vindo da exploração do petróleo, os chamados royalties. O ponto polêmico e infundado dos senhores políticos é que eles alteraram dinheiro e repasse de campos de petróleo já licitados e com acordos firmados, coisa essa que em minha concepção fere claramente a idéia de direito adquirido defendido em nossa constituição. O que já foi firmado não deve ser mudado para justamente garantir a execução e os recursos planejados com regras anteriores.

No entanto os nossos políticos "maravilhosos" simplesmente ignoraram isso e votaram uma mudança na lei que, segundo eles, vai melhorar a distribuição de recursos no país. Claro que isso é uma grande falácia! O dinheiro que será dividido será muito pouco relevante, pois ele será diluído em vários municípios e estados, além do fato da já conhecida corrupção que irá parar esse dinheiro bem antes de ser aplicado. Logo o cidadão que está sendo enganado pelos políticos nesse discurso de criador de gado, sequer sentirá melhoria de vida devido a esse dinheiro. Em busca de alimentar seus currais eleitorais, os políticos esqueceram de partidos e ideologias para simplesmente seguir a lógica do cada um por si. Uma lástima...

Vamos agora a fatos claros. Se houver um vazamento de petróleo na baía de Campos, não será o estado do deputado Ibsen Pinheiro ou do senador Pedro Simon que será afetado mas sim o estado do Rio de Janeiro. O mesmo ocorrerá se houver vazamento no Espírito Santo. Então, para justamente cobrir essa eterna ameaça ecológica que existe a distribuição dos royalties. Não é uma distorção no sistema de exploração, mas sim algo previsto, como bem explicou um especialista da Petrobrás em uma entrevista a meses atrás, mas como tudo aqui no Brasil, nessas horas os senhores do legislativo estão pouco se importando com a opinião de quem realmente conhece o assunto e só querem saber de levar mais grana para o bolso ou para seus currais eleitorais, pois garante uma base eleitoral futura. No final estão pouco se importando com o que isso irá fazer com o resto do país e suas consequências...

Uma das consequências que noto é que a Câmara e o Senado simplesmente oficializaram que o que você conquistou e firmou no passado não vale NADA! Eles podem chegar e alterar o direito adiquirido e pronto. Se duas unidades da federação tiveram seus acordos firmados ignorados, quem dirá um mero funcionário público? Ou mesmo uma categoria de trabalhadores que "não tem importância" para a concepção deles. Espero que isso chegue até o judiciário e este determine que tais mudanças são inconstitucionais, pois se passar será um precedente perigoso para a democaracia do nosso país em médio e longo prazo. Resta uma esperança de ainda ser uma grande jogada política, pois sabem que o Lula irá (será mesmo?) vetar o projeto. Mesmo que ele não entre em vigor, os políticos com pouca vergonha irão dizer que tentaram levar mais recursos para seus estados e municípios... Maravilha esta política do cada um por si!

E hoje tivemos as convenções dos partidos, onde a maioria escolheu oficialmente seus candidatos. Agora iremos ver a real corrida presidencial, pois até agora nada era oficial, mas a notar pelos "escândalos" recentes, sejam eles reais ou não, a coisa vai ser feia. Espero que o mínimo de compostura exista, pois ver baixaria não ajuda a imagem de ninguém.

Mas voltando a corrida, é interessante como as coisas são feitas. Houveram candidatos definidos pelo PT e outros partidos, mas somente o do PSDB teve sua história de vida contada no Jornal Nacional. É claramente a preferência da Globo pelo partido do FHC, mas achei que eles tinham encontrado um ponto de equilíbrio, mas hoje novamente vi que nada mudou. O mesmo ocorreu sobre o candidato do PV, que embora eu simpatize com ele e por suas idéias, só em saber que o partido irá se aliar ao DEM e ao PSDB me desmotivou a votar nele.

Por que estou falando de não gostar do PSDB e do DEM? Simples. A política aplicada pelo PSDB durante o governo FHC foi uma das piores já vistas para educação e ciência, área com a qual sou intimamente ligado devido a minha formação. Eu vi e senti o que é ter por 8 anos bolsas e recursos congelados e a cada ano o orçamento sendo mais e mais reduzido. Um governo onde o oficialmente se admitia que era melhor comprar tecnologia a desenvolver uma própria para mim não presta. Por isso que qualquer candidato dos neoliberais do PSDB eu repudio. E sobre o DEM, bem, é o partido do Arruda e dos deputados envolvidos no escândalo de Brasília. Fora que vieram mais e mais denúncias na mídia sobre esse partido e sinceramente não confio nada.

Por pura exclusão vão sobrando a desconhecida candidata do PT, partido que tenho simpatia mas que tem muitos problemas e divisões internas para meu gosto, e a já conhecida do PV mas que demonstrou imaturidade na eleição anterior e o partido tem uma ideologia clara em alguns pontos mas obscura em outros. Negócio agora é acompanhar as eleições e não se prender apenas em propaganda e promessas de campanha. Prometer qualquer um faz. Cumprir poucos fazem...

Nesse pensamento que quero que cada um que está perdendo 2 horas de sua vida para ver jogo da seleção brasileira do outro lado do Atlântico, algo que na prática não acrescenta NADA em nossa vida, possa pelo menos investir uma vez por semana o seu tempo em propaganda política e em ler jornais sobre seus candidatos ou prováveis candidatos. Eu irei fazer isso, pois sei o valor que meu voto tem para não só o meu futuro mas o futuro da próxima geração, possivelmente meus filhos e sobrinhos, quem sabe. Não é por um pedaço de carne ou uma cara bonitinha que irei trocar o meu voto. Meu futuro é muito mais valioso que isso e o de cada um de vocês também.
Para finalizar, se você discorda de tudo que escrevi aqui, ótimo, pois aqui é minha opinião pessoal mesmo e não sou e nem pretendo ser o dono da verdade. Mas apenas reflita nas suas convicções de discordar das minhas. O mesmo para quem concordar também. Assim como não quero que votem em alguém porque a Globo ou a Band disse que ele é bom, não quero que votem em alguém só porque eu disse também. Parem e reflitam em suas convicções. O nosso voto será definido desde já!

Pensamento do dia: A política tem a sua fonte na perversidade e não na grandeza do espírito humano. Voltaire

2 comentários:

Naty disse...

Olá!!
É, agora o jogo presidencial vai começar. xD
Sabe, eu ainda prefiro que o PT fique na presidencia, porque bem, ja foram 8 anos com eles no topo, e se mudar agora, talvez não seja para melhor, e sim para pior, já que a dilma fazia parte do governo lula.
Bom, votar no candidato porque a band ou globo achem bom é algo que não vou fazer. Mais, como saber se eles vão cumprir o que prometeram?
bom, vou ficando por aqui
beijos, até mais

Hidekee disse...

@Naty:

Eu ainda simpatizo com o PT mas não conheço nada da Dilma e infelizmente no nosso país a pessoa vale mais que o partido =/

Quanto a promessas, temos que cobrar quando eles estiverem no poder, pois nossa responsabilidade não termina após as eleições o.ov

Beijos =***