domingo, 1 de março de 2009

De louco todo mundo tem um pouco

Quem nunca ouviu este ditado antes? Basicamente considera que todos nós temos um pouco de maluco. E sinceramente, acho que é a mais pura verdade ahahahahahahahaha...

Lembro que o personagem de Estênio Garcia na novela Caminho das Índias sempre diz que "loucura é uma questão de ponto de vista" e acho bem interessante essa visão pois nada dá para afirmar que nós somos realmente os certos e os loucos são errados. Ou que somos normais nossa vida e eles são loucos.

Seriam loucos os loucos por não se preocupar tanto com suas aparências, não seguir algumas normas sociais estabelecidas ou não dar importância ao que "todos" dão? Acho que é algo para refletir as vezes.

Fora que com o tempo percebi, principalmente após uma bela conversa ontem com meus amigos, que quase todos atualmente (não sei como era antes e como não estudei sobre isso não me atrevo a falar) possuem algum tipo de TOC. Seja uma mania de confirmar se está tudo certo várias vezes antes de sair de casa, seja querer organizar tudo a sua volta ou seja arumar prateleira de supermercado ou estantes de livrarias. Coisas bobas mas que é algo que poucos percebem.

Muitas vezes imagino que seja responsabilidade da sociedade na qual vivemos, mas também lembro que é muito mais fácil jogar a culpa em alguém ou em alguma entidade do que admitir sua própria "culpa". Mas na verdade também é um erro procurar um culpado quando nem sempre há um culpado.

Aí para completar essa ideia de que loucura é ponto de vista, vejo na Universal reprisando hoje o ótimo filme Ray Man, onde Dustin Hoffman atua magnificamente mostrando um autista que tem facilidade absurda com números e uma ótima memória. Uma vez uma professora no colégio chegou a discutir sobre isso, após um comentário preconceituoso de um colega, que só porque as pessoas autistas não demonstram agir como nós, não significam que não tem sentimento ou não ouvem o que lhe dizem. Muita gente que se considera normal age com preconceito quando ver alguém com distúbios mentais ou excepcional. Mas esquecem que um belo dia pode acabar como eles ou ter algum parente assim ç.ç

No entanto, acho interessante como personagens fictícios insanos fazem sucesso e atream público. Que o diga o maior vilão dos comics, o Coringa, que sempre deu complicação a atores interpretar e deu no que deu com o Heath Ledger, que ganhou um Oscar póstumo inclusive por sua atuação. Animes e mangas existem inúmeros personagens assim, insanos, como Soul Eater e Deadman Wonderland.

Mas se os fictícios fazem sucesso, por que querer marginalizar os reais? Porque ficção já diz tudo: não é real. A realidade mesmo é dura, feia e nada glamurosa. Daí as pessoas agem como agem u.ú

Enfim, me considero normal, mas sei que tenho um pouco de louco, a começar por ser físico hahahahahahahaha...

PS: Olhem o orkut me mandando exercitar ç.ç

Sorte do dia by orkut: Pratique exercícios hoje

3 comentários:

Anne disse...

Eu realmente não acredito que você assiste novela. Vai se exercitar que você ganha mais. ¬¬

:DDDDDD

Reika disse...

''sei que tenho um pouco de louco, a começar por ser físico''
Concordo totalmente com você, e você é beem doido exatamente por ser físico xD

Mas é aquele negócio, os doidos muitas vezes são os certos.

Hidekee disse...

>Anne:

Com um assunto tão legal que tratei vc só notou o comentário sobre novela... que decepção -_-'

>Reika:

HUAHUAUHAHUAHAHHAUhUA... Todo mundo fala isso, por esse motivo eu brinco xD

E realmente, as vezes a loucura pode estar certa o.õ